AS VIDAS SECAS DE GRACILIANO RAMOS

AS VIDAS SECAS DE GRACILIANO RAMOS

Publicado em 1938, Vidas secas continua a dar lugar a uma variedade de análises e interpretações. O romance é carregado de arquétipos e referências simbólicas que podem dar margem a múltiplas leituras.  Avelino Ferreira escreve um ensaio filosófico original e instigante ao lançar um novo olhar sobre a obra, buscando “o não-dito, a saber, a voz do silêncio das personagens, o que não está dito explicitamente por elas, pelo narrador e, por detrás da criação, pelo autor”.

 

    R$ 40,00Preço